Pernambuco é coisa de cinema

Longas-metragens pernambucanos guiam o turista-espectador por Recife e Olinda, esticam até o Litoral Sul e desembocam no Sertão profundo. Viaje junto

Cinema é uma viagem. Na sala escura, sem sair do lugar, o espectador pode se deslocar a países distantes, cidadelas desconhecidas, paisagens a serem desvendadas. Nos últimos anos, os cineastas pernambucanos têm se tornado os melhores guias dessas viagens. Filmes como O som ao redor (Kleber Mendonça Filho, 2012), Tatuagem (Hilton Lacerda, 2013) e Eles voltam (Marcelo Lordello, 2012) são alguns exemplos de longas-metragens que pegam o turista-espectador pela mão e apresentam facetas diversas do Recife, de Olinda e do Litoral Sul de Pernambuco, respectivamente.

Além desses, outros projetos já se posicionam no mercado cinematográfico de 2014. No último Festival de Paulínia, A história da eternidade, de Camilo Cavalcante, e Sangue azul, de Lírio Ferreira, abocanharam, juntos, sete prêmios, incluindo o de melhor filme para o primeiro. Na trama de Cavalcante, vamos até o Sertão pernambucano acompanhar a vida de três mulheres, com idades e desejos completamente diferentes. Em Sangue azul, nos deslocamos para o arquipélago de Fernando de Noronha, onde os personagens de Daniel de Oliveira e Caroline Abras têm contas a acertar, apesar do horizonte paradisíaco.

Entre os dias 8 e 16 de agosto, voltaremos ao Sertão na ocasião do Festival de Gramado, um dos mais tradicionais do país. Quem conduz a viagem é o cantor, compositor e músico Alceu Valença, estreando na direção de longas-metragens com A luneta do tempo. Na tela, circo, cordel e cangaço trabalham a imagem de um Nordeste mítico. Irandhir Santos e Hermila Guedes, medalhões do cinema pernambucano, vestem a indumentária de Lampião e Maria Bonita, com tudo que a licença poética permite. Filmado no Recife, o curta-metragem de Júlio Cavani, História natural, também representa o estado no festival.

Em setembro, é a vez de o Festival de Brasília dar as caras. Em sua 47ª edição, o mais antigo festival de cinema do Brasil traz em sua programação dois longas e dois curtas locais. Marcelo Pedroso comanda os 72 minutos de Brasil S/A, com imagens captadas na região do Vale do São Francisco, próximo de Petrolina, enquanto Gabriel Mascaro estreia em longas de ficção com Ventos de agosto, ultrapassando a fronteira de Pernambuco. O filme, assim como o curta Sem coração, de Nara Normande e Tião, que também integra a lista de selecionados, foi filmado na praia de Guaxuma, já no estado de Alagoas. Completa, ainda, a lista o curta Loja de répteis, de Pedro Severien.

Matéria do Pernambuco.com

Anúncios

Sobre Interior Informa

UM NOVO MUNDO REQUER NOVOS MEIOS

Publicado em agosto 6, 2014, em Cultura, Pernambuco, Uncategorized e marcado como , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Viagem: Na Ponta do Lápis

Blog de viagens com dicas de alimentação, hospedagem e roteiro

Interferência Urbana

O cinza e a cor

Criaturas de Ñanderu: Releituras

Espaço para partilha de resultados do trabalho em torno do livro Criaturas de Ñanderu, escrito pela autora indígena Graça Graúna e ilustrado por José Carlos Lollo

Falando em Literatura...

só boa literatura desde 2008

Brasil de Todo Mundo

Apresentando o Brasil para gente de todo o mundo

paisagem de interior

Um Novo Mundo Requer Novos Meios - Blog Interior Informa

Mundo da Robótica

Fazendo a ponte entre a teoria e a prática.

Educação Política

mídia, economia e cultura - por Glauco Cortez

Blog do EVALDO TEIXEIRA

Opinião, Política, Variedades, Religião...

INTERIOR INFORMA

Um novo mundo requer novos meios.

RUBEM

Revista da Crônica - Notícias, entrevistas, resenhas e textos feitos ao rés-do-chão.

%d blogueiros gostam disto: