Arquivos do Blog

O EFEITO DILMA

comicio_dilmalula4_AG_580
Do jornalista Magno Martins:

Diferentemente do Ipespe, que apontou uma dianteira de 10 pontos percentuais para o candidato do PSB, a pesquisa do Ibope para governador divulgada ontem pela TV-Globo mostra um cenário de empate técnico entre Paulo Câmara (PSB) e Armando Monteiro (PTB). O socialista aparece com 39% contra 35% do trabalhista.

O Ibope surpreendeu muita gente, porque não confirmou a tendência de distanciamento de Câmara para Armando. Candidato da oposição, Armando cresceu três pontos e continua no páreo. O que está ocorrendo de novidade no cenário estadual? Um dado é inquestionável: a onda Marina era uma bolha.
Dilma colocou pelo Ibope nove pontos de dianteira em cima de Marina no primeiro turno e no segundo turno já está, numericamente, à frente da socialista – 43% a 42%. Marina já chegou a colocar sete pontos de vantagem no segundo turno, mas acabou recuando em todos os levantamentos graças ao bombardeio na propaganda eleitoral.

A reação de Armando, portanto, pode estar associada ao casamento da eleição nacional com a estadual e se Dilma continuar crescendo, como apontam todos os levantamentos, naturalmente tende a se beneficiar. No Rio, o candidato do PMDB, Luiz Fernando Pezão, passou Garotinho, o favorito.

Embora o PT tenha candidato no Rio, o senador Lindberg Farias, este não cresce na onda Dilma. Ali, como o PMDB tem uma aliança nacional com Dilma, a associação do eleitor com a presidente Dilma é feita com Pezão. Em Minas, o candidato do PT, Fernando Pimentel, chegou a 44% das intenções de voto contra 25% de Pimenta da Veiga, o candidato de Aécio.

Não há, portanto, em nenhum grande colégio eleitoral um candidato associado à Marina que esteja lucrando com a vinculação à sua imagem. Em São Paulo, o governador tucano Geraldo Alckmin tem como vice um socialista, mas a confirmação de sua reeleição em primeiro turno é mérito próprio, longe de qualquer vinculação à Marina.

Blog Roberto Almeida

ARMANDO MONTEIRO E PAULO CÂMARA EMPATADOS EM PESQUISA DO IPESPE

Armando-Monteiro-e-Paulo-Camara

Na primeira pesquisa realizada pelo Ipespe em Pernambuco, os candidatos do PSB, Paulo Câmara, e do PTB, Armando Monteiro, aparecem rigorosamente empatados na preferência do eleitorado. Segundo o Instituto, se a eleição fosse hoje o socialista e o petebista teriam 33% dos votos. Os demais postulantes ao cargo de governador não chegaram a 1%.

Ainda de acordo com a pesquisa do Ipespe a soma dos eleitores que pretendem votar nulo, branco ou em nenhuma das opções disponíveis ficou em 9% e os indecisos representam 24% – percentual considerado baixo por especialistas.

A pesquisa foi realizada entre os dias 9 e 11 de setembro, sendo entrevistadas duas mil pessoas. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos.

SENADO – O deputado federal João Paulo (PT) lidera a pesquisa do Ipespe para o senado em Pernambuco com 30% das intenções de votos. O candidato do PSB, Fernando Bezerra Coelho, está em segundo lugar com 25% das intenções de votos na estimulada.

Criado em 1986, o IPESPE é considerado o maior Instituto de Pesquisas Eleitorais do Nordeste. O Instituto é comandado pelo sociólogo Antônio Lavareda, que trabalhou com o presidente Fernando Henrique Cardoso, com o governador Jarbas Vasconcelos e que nos últimos tempos estava ligado ao socialista Eduardo Campos.

Na semana passada, na pesquisa do Datafolha, Paulo apareceu com seis pontos de vantagem sobre Armando. Logo depois saíram números do Instituto do Maurício de Nassau, com uma pequena vantagem do socialista, mas configurando empate técnico. Agora os dois candidatos estão realmente empatados. Caso o Ipespe esteja certo, o petebista conseguiu uma pequena recuperação e seu adversário parou de crescer. Tudo indica que a eleição de Pernambuco será decidida na reta final, numa disputa empolgante.

Com informações do Blog Roberto Almeida

GOVERNADOR: Armando sai na frente com 40% e Câmara tem 8%

Blog Interior Informa

“Primeira pesquisa do Instituto Opinião, de Campina Grande, sobre a sucessão estadual, com exclusividade para este blog, aponta o candidato do PTB a governador, Armando Monteiro Neto, na dianteira com 40,5% das intenções de voto, enquanto o candidato do PSB, Paulo Câmara, aparece com 8,4%.

O candidato do PSOL, Zé Gomes, tem 2,5%, Jair Pedro (PSTU) 1,6%, Miguel Anacleto (PCB) 1,1% e Pantaleão (PCO) 0.9%. Brancos e nulos somam 17,3% e 27,7% disseram que estão indecisos.

O levantamento foi a campo entre os dias 9, 10, 11 e 12 deste mês em 80 municípios do Estado, sendo aplicados dos mil questionários. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra feita em todas as regiões do Estado.

A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o número BR-00222/214 e no Tribunal Regional Eleitoral no PE-00009/2014. Armando lidera com folga em todas as regiões do Estado, sendo seu maior percentual no Agreste, onde aparece com 47,6% contra 7,1% de Câmara. Na Região Metropolitana, o trabalhista tem 36% contra 8,5% do socialista.

Já na Zona da Mata, Armando desponta com 47,6% contra 7,1% do adversário, no Vale do São Francisco tem 31,3% contra 10,4% de Câmara, enquanto que no Sertão aparece com 44,2% contra 13,3%. Na estratificação social da pesquisa, os maiores percentuais de Armando estão entre os eleitores com renda entre um e três salários (43,7%).

Vem em seguida os eleitores na faixa etária acima de 60 anos (43%), os eleitores com grau de instrução no ensino médio (43,3%) e entre os eleitores do sexo masculino (44,5%). Os menores percentuais do trabalhista se situam entre os eleitores com grau de instrução até a 4ª série (32,7%), os jovens (37,1%) e entre os eleitores com renda familiar até um salário mínimo (36,5%).

Já Paulo Câmara tem seus maiores percentuais de intenção de voto entre os eleitores com renda familiar acima de 10 salários (15,1%), entre os eleitores com grau de instrução superior (11,9%) e entre os eleitores na faixa etária de 16 a 24 anos (12,5%). Quanto ao sexo, Câmara tem 11% dos eleitores masculinos e 6,1% dos femininos.

Seus menores percentuais aparecem entre os eleitores com grau de instrução entre a 5ª e a 8ª séries (5,8%), entre os eleitores com renda familiar até um salário mínimo (6,4%) e entre os eleitores na faixa etária entre 25 e 34 anos (6,5%).

METODOLOGIA – A modalidade adotada é a técnica de Survey, que consiste na aplicação de questionários estruturados e padronizados a uma amostra representativa do universo de investigação. Foram aplicados dois mil questionários em 80 municípios do Estado distribuídos nas regiões do Agreste, Zona da Mata, Região Metropolitana, São Francisco e Sertão”.

Do Blog de Carlos Eugênio. Acesse para maiores informações!!
Blog Interior Informa.

Eduardo Campos diz que, se precisar, deixa Marina para eleger Paulo Câmara

será???

eduardo-campos-e-paulo-camara-624x416

Apesar de ter passado 70 dias de fora da pré-campanha do afilhado político Paulo Câmara (PSB) na disputa pelo Governo do Estado por estar se dedicando à própria disputa para a Presidência da República, o ex-governador Eduardo Campos (PSB) afirmou nesse domingo (15) que, se preciso for, deixa a ex-senadora Marina Silva, que será sua vice na disputa presidencial, fazendo campanha sozinha para fazer de Câmara governador.

“Se alguém duvidava do que seria esta eleição, essa dúvida acabou. Este time aqui vai fazer a maior vitória de um governador na história da política brasileira. E se alguns questionavam se eu não viria a Pernambuco nesta eleição, eu digo a vocês que estão com Paulo. Quando vocês me pedirem para vir aqui, seja por um dia ou uma semana, feriado ou não, eu deixo Marina onde estivermos fazendo nossa campanha e venho para cá. Estarei presente em Pernambuco durante o tempo que precisar”, afirmou.

Campos aparece em terceiro lugar nas pesquisas de intenção de voto nacionais, mas tem reiterado que vai crescer a partir de agosto. Em Recife, onde é conhecido, o socialista mostrou animação com a disputa.

“O jogo do Brasil está jogado. O Brasil terá um novo presidente no ano que vem. E eu escolhi o Estado do qual sou filho para dizer o seguinte pela primeira vez: ele será um pernambucano, como vocês. Saio daqui mais fortalecido do que em 2006″, afirmou, em referência à própria eleição para governador.

Do Blog de Jamildo

Blog Interior Informa

Paulo Câmara será o candidato ao governo do estado pelo PSB

O secretário da Fazenda, Paulo Câmara, deverá ser anunciado como candidato ao governo até amanhã. Foto: Helder Tavares/DP/D.A Press

O secretário da Fazenda, Paulo Câmara, deverá ser anunciado como candidato ao governo até amanhã. Foto: Helder Tavares/DP/D.A Press

.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.

O suspense em torno da indicação da chapa majoritária do PSB para concorrer ao governo do estado deverá terminar a qualquer momento. O governador Eduardo Campos vai anunciar o secretário da Fazenda, Paulo Câmara, o deputado federal Raul Henry (PMDB) e o ex-ministro Fernando Bezerra Coelho como candidatos a governador, vice e senador, respectivamente. Após uma longa noite de negociação, os socialistas finalizaram as conversas sobre a sucessão estadual. Aliados de Eduardo não descartam que o anúncio seja feito ainda nesta sexta-feira (21).

O último nome a ser fechado na composição da chapa majoritária foi o de Fernando Bezerra Coelho. O ex-ministro pretendia concorrer ao governo do estado e relutava em aceitar disputar o Senado, porque, ao concordar com o convite, estaria automaticamente fechando a porta para concorrer a governador. Bezerra Coelho foi chamado na noite de ontem (19) para uma reunião com socialistas. Deixou o encontro dizendo que daria a resposta hoje (20), depois de analisar qual o papel que desempenhará na campanha.

Caso Bezerra Coelho realmente aceite o convite, acalma o grupo socialista descontente com a condução da escolha dos candidatos. Entre eles, o vice-governador João Lyra Neto e o próprio ex-ministro. Os dois ficaram muito ligados ao longo do processo e reclamavam bastante por não estarem sendo ouvidos sobre a sucessão. O vice-governador, que comandará o estado a partir de abril e poderia ser o candidato natural à reeleição, está magoado. A presença de Bezerra Coelho na chapa majoritária contemplaria os dois aliados, é o que o acredita Eduardo Campos.

Ontem (19), Eduardo Campos afirmou que o candidato seria conhecido até o carnaval. Ele não pretendia anunciar o nome no início deste primeiro semestre, preferia deixar a divulgação da chapa majoritária para depois da Semana Santa, em abril, para “não envelhecer o candidato”. Mas, diante da pressão dos aliados e da divisão interna do PSB, o governador antecipou a decisão.

Paulo Câmara deverá permanecer no governo até o início de abril, prazo máximo para se desincompatibilizar do cargo. Até lá, vai percorrer o estado ao lado de Eduardo, que também deixa o governo em abril, para inaugurar obras e ações do governo, uma maneira de tentar torná-lo conhecido no estado.

Fonte: diario de pernambucohttp://www.diariodepernambuco.com.br

Viagem: Na Ponta do Lápis

Blog de viagens com dicas de alimentação, hospedagem e roteiro

Interferência Urbana

O cinza e a cor

Criaturas de Ñanderu: Releituras

Espaço para partilha de resultados do trabalho em torno do livro Criaturas de Ñanderu, escrito pela autora indígena Graça Graúna e ilustrado por José Carlos Lollo

Falando em Literatura...

só boa literatura desde 2008

Brasil de Todo Mundo

Apresentando o Brasil para gente de todo o mundo

paisagem de interior

Um Novo Mundo Requer Novos Meios - Blog Interior Informa

Mundo da Robótica

Fazendo a ponte entre a teoria e a prática.

Educação Política

mídia, economia e cultura - por Glauco Cortez

Blog do EVALDO TEIXEIRA

Opinião, Política, Variedades, Religião...

INTERIOR INFORMA

Um novo mundo requer novos meios.

RUBEM

Revista da Crônica - Notícias, entrevistas, resenhas e textos feitos ao rés-do-chão.